Notícias
Dia Internacional da Mulher alerta sobre cuidados com a saúde feminina


O Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, é símbolo de muitas conquistas sociais, políticas e culturais femininas. Fruto da garra e esperança de um público que luta por igualdade de direitos.

A data também ganha visibilidade para reforçar a importância dos cuidados com a saúde da mulher, ressaltando principais exames a ser realizados e demais procedimentos que podem prevenir muitas doenças e complicações. O diagnóstico precoce ainda é fator determinante para a cura.

 

Entre 20 e 30 anos de idade 

Papanicolau: deve ser realizado anualmente um ano após o início da atividade sexual. Ele verifica infecções e alterações nas células do colo do útero, além de possíveis infecções por fungos, herpes e verrugas no órgão genital feminino.  

Colposcopia, Vulvoscopia e pesquisa de HPV de colo: são exames complementares ao Papanicolau, realizados como rotina, para prevenção e/ou planejamento do tratamento de infecções causadas pelo vírus HPV e outras IST (infecções sexualmente transmissíveis). 

Ultrassom transvaginal: tem como objetivo a detecção de doenças ginecológicas como cistos no ovário, miomas, pólipos endometriais e tumores, além de detectar precocemente câncer de endométrio e ovário. 

Ultrassom das mamas: identifica possíveis cistos, nódulos e tumores. Em mulheres com menos de 30 anos e histórico familiar também é recomendado a realização da ressonância magnética anual. 

Tireoide: glândula na região do pescoço que produz hormônios importantes para a saúde feminina. O câncer de tireoide atinge cerca de 150 mil brasileiros anualmente e é mais comum em mulheres. 

 

A partir dos 40 anos 

Além dos exames citados anteriormente, a partir dos 40 anos de idade, as mulheres devem realizar também: 

Avaliação cardiológica: as alterações hormonais relacionadas com a idade podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares.  

Mamografia: existem duas mamografias encontradas com facilidade no Brasil, a 3D e a tradicional. Elas têm o mesmo objetivo, que é a detecção precoce do câncer de mama. 

Densitometria Óssea: mede a densidade dos ossos e a possível perda da massa óssea, prevenindo ou detectando mais precocemente a osteoporose. Nas mulheres, o exame deve ser feito anualmente após a menopausa.

 



Central de atendimento (11) 4185-7600 | Fale conosco - SAU (11) 4185-7693
Hospital Geral de Carapicuíba | Rua da Pedreira, 95
Parque José Alexandre - Carapicuíba/SP