Notícias
“Junho Vermelho” reforça importância da doação de sangue


O mês de junho é marcado pelas baixas temperaturas e período de férias escolares, fatores que influenciam na queda da doação de sangue e, consequentemente, na baixa dos estoques de bolsas nos postos de coleta. 

Por esta razão, foi criada a campanha “Junho Vermelho”, para reforçar a importância de manter a doação de sangue durante todo ano e, principalmente, neste período considerado o mais crítico.

A recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde) é de que cada país tenha, entre 3% e 5% de sua população doadora de sangue frequente. No Brasil, o índice fica em 1,8%, enquanto em alguns países da Europa, cerca de 7%.

A doação de sangue salva vidas e ajuda a manter em funcionamento os atendimentos de urgência, emergência e cirurgias nos hospitais. São essenciais para manter os estoques de plaquetas, que ajudam no controle de sangramentos e são usadas em tratamentos contra o câncer, por exemplo.

COMO DOAR? 

Basta estar em boas condições de saúde, comparecer alimentado ao posto de coleta, ter entre 16 e 69 anos (menores devem consultar site Secretaria da Saúde e maiores de 60 anos devem ter doado ao menos uma vez antes de completar a idade), pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto recente, que permita a identificação do candidato.

É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e, no caso de bebidas alcoólicas, 12 horas antes. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente. 

Outros impedimentos poderão ser identificados durante a entrevista de triagem, no dia da doação. Mais informações no site da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo www.saude.sp.gov.br .



Central de atendimento (11) 4185-7600 | Fale conosco - SAU (11) 4185-7693
Hospital Geral de Carapicuíba | Rua da Pedreira, 95
Parque José Alexandre - Carapicuíba/SP