Notícias
Câncer de pele atinge mais de 6 mil brasileiros


O câncer de pele é o mais frequente no Brasil e no mundo de acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer). Em 2018, mais de 6 mil pessoas tiveram a doença no país e 1.794 acabaram morrendo.

O câncer de pele, também chamado de melanoma, tem origem nos melanócitos (células produtoras de melanina, substância que determina a cor da pele) e é mais frequente em adultos brancos. O melanoma pode aparecer em qualquer parte do corpo, na pele ou mucosas, na forma de manchas, pintas ou sinais.

Exposição prolongada e repetida ao sol, principalmente na infância e adolescência, uso de câmeras de bronzeamento artificial e ter histórico na família são alguns dos fatores de risco do melanoma.

O câncer pode surgir a partir da pele normal ou de uma lesão pigmentada. A manifestação da doença na pele se dá após o aparecimento de uma pinta escura de bordas irregulares acompanhada de coceira e descamação.

É importante ficar atento a anormalidades na pele ou em pintas antigas. Uma regra adotada internacionalmente é a do “ABCDE” que aponta sinais sugestivos de tumor de pele do tipo melanoma:

Assimetria: uma metade do sinal é diferente da outra;

Bordas irregulares: contorno mal definido;

Cor variável: presença de várias cores em uma mesma lesão (preta, castanha, branca, avermelhada ou azul);

Diâmetro: maior que 6 milímetros;

Evolução: mudanças observadas em suas características (tamanho, forma ou cor).

A detecção precoce do câncer é uma estratégia para encontrar um tumor numa fase inicial e, assim, possibilitar maior chance de tratamento.



Central de atendimento (11) 4185-7600 | Fale conosco - SAU (11) 4185-7693
Hospital Geral de Carapicuíba | Rua da Pedreira, 95
Parque José Alexandre - Carapicuíba/SP