Notícias
Comer em excesso pode prejudicar a sua digestão


Em época de férias escolares é comum visitas a casa de parentes, idas a restaurantes, lanchonetes e outras atividades que envolvem comida. Grande parte das relações humanas costumam se dar à mesa com a família e os amigos.

Quando se tem um prato delicioso na sua frente, é praticamente impossível comer uma quantidade pequena. Os olhos e o estômago sempre querem mais e mais.

E o perigo mora bem aí, porque as pessoas comem muito, de modo exagerado, e depois sofrem com problemas de digestão. No entanto, para que você possa comer sem se preocupar, o Hospital Albert Einstein, de São Paulo, disponibilizou uma lista com dicas que podem ajudá-lo.

- Sabe-se que alimentos gordurosos, frituras, feijoada, churrasco, pimentas, café, chá preto, chocolate, refrigerantes e bebidas alcoólicas são itens prediletos de vários brasileiros, porém procure evitá-los.

- Faça a sua refeição devagar. Aproveite o momento e mastigue os itens sem pressa alguma.

- Preocupe-se com o local onde pretende comer. Escolha um ambiente tranquilo, limpo e arejado, se possível.

- Um copo de leite no café da manhã parece uma ótima alternativa, mas especialistas pedem para não o beber em excesso, pois o Hospital destaca que o leite contém cálcio que estimula a secreção gástrica.

- Não deixe o estômago em jejum por muito tempo. O ideal é comer a cada três horas e respeitar o horário das refeições. E claro, deve-se consumir coisas saudáveis.

- Quanto às comidas noturnas, o Hospital sugere alimentos leves e pede para comê-los até três horas antes de ir dormir.

- Existem itens que podem contribuir para uma boa digestão, são eles: chás de hortelã, erva cidreira, camomila, alecrim, sálvia e menta, por exemplo, abacaxi - pois esta possui a bromelina (enzima que auxilia na digestão de proteínas, que pode aliviar a sensação de estômago cheio) -, gengibre (anti-inflamatório natural que pode auxiliar na digestão e melhorar a sensação de queimação, dor e náusea), alimentos ricos em fibras, tais como: mamão, ameixa, laranja, mexerica, hortaliças preferencialmente cruas e leguminosas (feijões, lentilha, grão de bico).



Central de atendimento (11) 4185-7600 | Fale conosco - SAU (11) 4185-7693
Hospital Geral de Carapicuíba | Rua da Pedreira, 95
Parque José Alexandre - Carapicuíba/SP